segunda-feira, 18 de julho de 2016



Teus olhos de festa


Que irradiam luz por onde passam
e ternamente plantam mudas de alegria
regando-as todos os dias.

Teus olhos de festa
Que adoçam as ruas e as curvas
jamais estacionam na tristeza
antes disso, revoam num sorriso

Teus olhos de festa
Que na distância, abraçam
acolhem, agregam...
e adoçam.

Teus olhos de festa
Que creio, que até quando dormem
acendem pequenos fachos de luz
nas praias desertas

E brincam de roda
com as estrelas do céu

Teus olhos de festa
que o universo os abençoem sempre...


Márcia Poesia de Sá.

Para minha querida amiga Lilian Kirzner !
grata por seres assim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário